África do Sul e Moçambique

Dia a Dia:

1° Dia – Ida para Johannesburgo

Pernoite: A bordo 

Embarque com destino a Johannesburgo. Por conta da quantidade de horas do voo, você passará a noite a bordo e chegará a África do Sul no dia seguinte. 

2° Dia – Chegada a Johannesburgo e embarque para Cape Town (voo) 

Pernoite: Cape Town 

Após trâmites de imigração em Johannesburgo, embarque para Cape Town. Na chegada, traslado para o hotel. Aproveite o tempo livre para descansar da longa viagem e se ambientar nessa cidade rica em cultura, onde é impossível não se deparar com autênticos artistas de rua se apresentando nas calçadas. 

3° Dia – Em Cape Town: encontro com anfitrião 

Pernoite: Cape Town 

Em horário combinado, encontro com nosso anfitrião para um bate-papo de aproximadamente duas horas.
Nossos anfitriões ao redor do mundo estão aptos a dar dicas para que você aproveite o melhor da cidade em que está. São pessoas envolvidas com o dia-a-dia da cidade (agenda cultural, restaurantes, cafés, galerias de arte, passeios e etc) e que, certamente, farão diferença em sua experiência de viagem.

É simples! Você nos conta antecipadamente quais são os seus principais interesses e, junto com o anfitrião, elaboramos sugestões personalizadas de lugares e atrações bacanas para visitar. 

4° Dia – Em Cape Town: dia livre 

Pernoite: Cape Town 

Dia inteiramente livre para explorar essa charmosa cidade ao seu ritmo. 

5° Dia – Ida de Cape Town para uma reserva privada na região do Parque Nacional Kruger (voo) 

Pernoite: Lodge escolhido na reserva privada 

Traslado ao aeroporto de Cape Town e embarque para a reserva privada de safári na região do Parque Nacional Kruger. Na chegada, traslado para o lodge escolhido.
À tarde, saída para o primeiro safári fotográfico em veículo 4×4. Uma parada para apreciar o pôr do sol e tomar um bom vinho sul-africano dará um toque especial ao seu dia.

Nota: Existem vários aeroportos (Skukuza, Nelspruit ou Hoedspruit) que servem as reservas privadas próximas ao Parque Nacional Kruger. O voo deve ser reservado de acordo com a proximidade do lodge escolhido. 

6° Dia – Em reserva privada na região do Parque Nacional Kruger: dia de safári fotográfico 

Pernoite: Lodge escolhido na reserva privada 

Hoje o dia começará bem cedo, com saída para o primeiro safári por volta das 6h da manhã, quando a vida na savana africana desperta. Retorno ao lodge para tomar o café da manhã e tempo livre para curtir suas instalações. No fim da tarde, saída para mais um safári fotográfico. 

7° Dia – Ida desde a reserva privada na região do Parque Nacional Kruger para Vilanculos, Moçambique (voo) 

Pernoite: Vilanculos ou Bazaruto 

Cedo pela manhã, traslado desde o lodge para o Aeroporto de Nelspruit (Mpumalanga) e embarque com destino a Vilanculos. Chegada e traslado ao hotel localizado na pequena cidade costeira de Vilanculos ou traslado ao porto para seguir em barco ao hotel situado no Arquipélago de Bazaruto.
Moçambique é repleto de belezas a serem descobertas. Em destaque estão suas praias nos mais de dois mil quilômetros de litoral, muito propícias à prática de mergulho, além dos parques e das reservas encontrados no interior do país.

Nota: A AirLink (South African Airways) opera um voo diário direto do Aeroporto de Nelspruit (Mpumalanga), no sul da região do Kruger, para o Aeroporto de Vilanculos.
O Aeroporto de Nelspruit (Mpumalanga) fica a cerca de 2h30 a 3h de traslado terrestre dos lodges oferecidos neste roteiro. 

8° Dia – Em Vilanculos: dia livre 

Pernoite: Vilanculos ou Bazaruto 

Dia livre para curtir a praia e desfrutar das atividades aquáticas não motorizadas oferecidas pelo hotel. 

9° Dia – Em Vilanculos: dia livre 

Pernoite: Vilanculos ou Bazaruto 

Mais um dia livre para aproveitar as lindas praias com água cristalina que varia entre o azul-turquesa e verde-esmeralda. 

10° Dia – Em Vilanculos: dia livre 

Pernoite: Vilanculos ou Bazaruto 

Último dia inteiramente livre para preencher com atividades à sua escolha, ou não fazer nada! 

11° Dia – Ida de Vilanculos para Johannesburgo (voo) 

Pernoite: Johannesburgo 

Em horário combinado, traslado para o aeroporto e embarque com destino a Johannesburgo. Na chegada, traslado ao hotel. 

12° Dia – Saída de Johannesburgo 

Traslado para o aeroporto e embarque de volta ao seu destino de origem. 

Incluído No Roteiro

Somente parte terrestre

Hospedagem
3 noites com café da manhã em Cape Town;
2 noites com pensão completa no lodge da reserva privada na área do Parque Nacional Kruger;
4 noites em Vilanculos ou Ilha de Bazauto;
1 noite com café da manhã em Johannesburgo.

Refeições
Lodge na área do Parque Nacional Kruger:
Moditlo: não inclui bebidas
Kapama Buffalo Camp: inclui bebidas (inclusive premium)
Chitwa Chitwa: inclui bebidas (exceto premium)
Londolozi Varty Camp: inclui bebidas (exceto premium)
 
Hotel em Moçambique:
Casa Babi: café da manhã
Vilanculos Beach Lodge: pensão completa (sem bebidas)
Santorini Mozambique: pensão completa (com bebidas, exceto premium)
Anantara Bazaruto Island Resort: pensão completa (com bebidas, exceto premium)
 
Traslados
Traslados de chegada e saída em serviço privativo com assistência em inglês em Cape Town;
Traslados de chegada e saída em serviço regular com assistência em inglês na área do Parque Nacional Kruger;
Traslados de chegada e saída em serviço regular oferecidos pelo hotel em Moçambique;
Traslados de chegada e saída em serviço regular shuttle oferecidos pelo hotel Emperors Palace em Johannesburg.

Nota: na opção do Anantara Bazaruto Island Resort, inclui o traslado terrestre entre o aeroporto e porto (10 min.) + traslado em barco próprio entre o porto e hotel (50 min.).

Passeios
África do Sul
Safáris fotográficos compartilhados com outros hóspedes, com guia local em idioma inglês, oferecidos pelo lodge na reserva privada da área do Parque Nacional Kruger.

Moçambique
Santorini Mozambique
Atividades aquáticas não motorizadas
Uma visita guiada à cidade de Vilanculos para explorar as lojas, restaurantes, bares, mercados e centro de artesanato
Um passeio de snorkeling com piquenique ou cruzeiro ao pôr do sol com coquetel
 
Anantara Bazaruto Island Resort
Atividades aquáticas não motorizadas
Passeio de snorkeling diário, compartilhado com outros hóspedes, ao Neptune´s Nursery (sujeito a condições climáticas)

Assistência na chegada ao aeroporto de Johannesburg
Recepção na saída do avião por um representante local (idioma inglês) que o auxiliará nos trâmites de imigração até a transferência para o voo de conexão.

Exclusividade
Bate papo com o anfitrião em Cape Town, que irá orientá-lo, de acordo com suas expectativas, a como explorar a cidade do seu jeito.

Assistência Internacional
Plano ASSIST CARD AC60. Consulte-nos sobre informações e coberturas incluídas. 

Não Incluído do Roteiro

– Passagem aérea e taxas de embarque;
– Despesas com documentação;
– Despesas pessoais como telefonema, lavanderia e gorjeta;
– Passeios além dos citados neste programa;
– Refeições e bebidas não citados nos itens incluídos;
– Taxa de Preservação do Parque Nacional de Bazaruto (US$ 15 por pessoa, paga localmente)
– Qualquer outro item não mencionado como incluído.

Não inclui parte aérea pois os valores dos voos mudam quase diariamente. Sabendo disso, fazemos a consulta no ato da reserva para verificar as melhores condições.

Quando ir: maio a outubro

Ir para África do Sul e “esticar” até Moçambique é aproveitar o que o continente africano oferece de melhor. Dentre os atrativos, a Cidade do Cabo (ou Cape Town) pulsa num ritmo cultural e gastronômico a ser saboreado dia e noite. O recheio desse roteiro vem com nada mais nada menos que a vida selvagem do Parque Nacional Kruger. A combinação perfeita para o safari? As intocadas praias moçambicanas, com preciosidades da vida marítima, dunas sem fim, o olhar sofisticado para o rústico e outros detalhes que fazem desse destino o escapismo idealizado por todos.  

MOTIVOS PARA VIAJAR – Quer conhecer lugares imperdíveis do continente e ainda provar o sabor da exclusividade ao conhecer as idílicas praias moçambicanas? Deixe-se levar pela calmaria de Vilanculos e observe a sua própria respiração ritmada pelo colorido do visual. Se quiser ir além, relaxe e flutue em uma das ilhas do arquipélago de Bazaruto.

 

PAISAGEM DA JANELA – Se a Cidade do Cabo e Johannesburgo recebem com um clima mais acelerado e moderno, as praias de Moçambique fazem você enxergar um estilo de vida dos sonhos, em uma de suas praias desertas e intocadas. Todas as paradas convidam para curtir ao ar livre.

 

NÃO DÁ PRA PERDER – Apreciadores da natureza podem contar com passeios de beleza exuberante, incluindo a do fundo (ou até raso!) do mar de Moçambique. Já subindo de teleférico – pela Table Mountain – garanta belas imagens da encantadora Cidade do Cabo. Enquanto a cena noturna de Johannesburgo promete encantar.

 

POR QUE IR AGORA – Porque é sempre mágico curtir a intensa agenda cultural da Cidade do Cabo e apreciar os animais do Kruger. Assim como a capital, uma cidade renovada, Moçambique superou anos de guerra civil, só que ela parece ser descoberta só agora e guarda praias intocadas. Lá, o rústico encontra o conforto, e você o povo alegre falando Português.

 

EXPERIÊNCIAS ÚNICAS – Na Cidade do Cabo, passeie de “sidecar” ou de bicicleta pela estrada de Chapman’s Peak, aproveite restaurantes, cafés e galerias de arte e lembre-se que a cidade convida para caminhadas interessantes. Em Johannesburgo, aproveite cultura, arte, gastronomia e lugares únicos como o bairro de Maboneng. Em Vilanculos ou no Arquipélago de Bazaruto, renda-se a atividades como caiaque, passeios de catamarã, mergulho e snorkeling – e mergulhe ainda na essência local, finalizando o dia com uma bela refeição em uma tenda, no meio de uma praia deserta.

 

OLHAR– Descubra a África sob a perspectiva moderna da Cidade do Cabo. Uma sugestão é fazer uma imersão no bairro Woodstock, onde o centro de design The Woodstock Foundry concentra os eventos mais bacanas e onde ficam as lojas Dear Rae (de joias), Vogel (de decoração) e Opus (de plantas). Em Moçambique, um dia em Vilanculos (com seu mercado e suas cores) e outro dia no Arquipélago de Bazaruto (com seus corais e mar turqueza-esmeralda) unem o luxo ao essencial, e zeram qualquer cansaço.

Notas importantes
– Preços não válidos para período de feriados locais, Natal e Ano Novo.
– A Table Mountain fecha todos os anos para manutenção entre os meses de julho e agosto. Consulte-nos sobre as datas.
– Moditlo Game Lodge: aceita hospedagem de criança a partir de 8 anos de idade. 
– Kapama Buffalo Camp: aceita hospedagem de criança a partir de 13 anos de idade.
– Londolozi Varty Camp: aceita hospedagem de criança a partir de 6 anos de idade. 
– A AirLink (South African Airways) opera um voo diário direto do Aeroporto de Nelspruit (Mpumalanga), no sul da região do Kruger, para o Aeroporto de Vilanculos. O Aeroporto de Nelspruit (Mpumalanga) fica a cerca de 2h30 a 3h de traslado terrestre dos lodges oferecidos neste roteiro.
– No embarque para ilha de Bazaruto, em Vilanculos, é preciso caminhar pela praia para entrar no barco, pois não há um píer. O mesmo ocorre no desembarque à ilha, onde é necessária uma curta caminhada pela água.
– Santorini Mozambique: fechado para reforma entre 01 a 23 de Fevereiro de 2018.

CRISE DE ÁGUA EM CAPE TOWN
Atualmente, Cape Town passa pela pior seca dos últimos 100 anos e suas represas estão com volume muito baixo de água disponível. A partir de fevereiro de 2018, a charmosa cidade sul-africana atingirá o nível 6B de restrições do uso de água, resultando na limitação de 50L por pessoa a cada dia. Estima-se também que em abril de 2018 os reservatórios atinjam o limite da sua capacidade, o que restringirá ainda mais o fornecimento de água, cuja prioridade de distribuição será para hospitais e outros serviços essenciais.

Os hotéis da cidade implementaram ações para reduzir o uso de água, tais como:

– Remoção das tampas das banheiras na esperança de que os hóspedes tomem banhos mais curtos;
– Instalação de redutores de pressão e temporizadores de água nos chuveiros e torneiras;
– Os hóspedes são encorajados a reutilizar suas toalhas (e não trocá-las todos os dias);
– A substituição das roupas de camas acontecerá com maior intervalo no período da hospedagem;
– As piscinas funcionarão em horários restritos (para evitar a perda de água através da evaporação e ventos fortes) ou permanecerão fechadas até que a situação volte ao normal;
– Utilização de água não potável para limpeza e irrigação, quando possível.

Recomendamos que você avalie o cenário e viaje consciente sobre a situação hídrica atual em Cape Town.

Requisitos

  • Passaporte brasileiro: mínimo de 6 meses da validade;
  • Seguro Saúde: Recomendamos sempre que for viajar;
  • Visto: Não é necessário para portadores de passaporte brasileiro p/ entrada na África do Sul. Para Moçambique há exigência de visto.
  • Vacina: É necessária vacina contra febre-amarela.

Consulte-nos.

30% de entrada à vista (depósito em conta) e saldo parcelado em até 6x s/ juros no cartão(pessoa física).

Em todas remessas internacionais há incidência do IR  6,38% – cobrado junto a entrada.

*Valores e condições sujeitas a confirmação de acordo com disponibilidade de lugares no ato da reserva.